quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

49º Toyo Matsuri - o início da despedida de 2017


(fotos: Daniel Ramos)

2017 está chegando ao fim. E um dos eventos que marca o início da passagem de ano aconteceu neste final de semana (02 e 03): o Toyo Matsuri, que neste ano chegou à sua 49ª edição. e
Como é de praxe, fui conferir este evento, e trago pra vocês um pouco do que aconteceu de melhor nestes dois dias de festa na Liberdade.

O Toyo Matsuri é um evento organizado pela ACAL - Associação Cultural e Assistencial da Liberdade, e é realizado como uma forma de agradecimento dos comerciantes do bairro a seus frequentadores, pelas oportunidades de negócio conquistadas durante o ano. "O Toyo Matsuri é para nós um motivo de muita alegria e de gratidão", disse o presidente da ACAL, Hirofumi Ikesaki, durante seu discurso de abertura, no sábado.

O evento deste ano trouxe uma novidade para o público: o hikari (ou "pedidos de luz") - papeletas coloridas onde você podia realizar pedidos para o ano que se inicia, ou mesmo agradecer pelas conquistas do ano que está acabando.
Para mim, 2017 foi um excelente ano, então, usei o hikari para agradecer!

O hikari foi a novidade do Toyo deste ano: papéis coloridos
para o público fazer pedidos


A abertura oficial do Toyo Matsuri aconteceu no sábado, com a realização de um ritual xintoísta, sob o comando do ministro-chefe do templo Nambei Jingu, reverendo Kazuo Osaka.
Este ritual contou ainda com a presença de integrantes da comissão organizadora do evento e de autoridades nikkeis.

 O reverendo Kazuo Osaka conduz o ritual xintoísta na abertura
do Toyo Matsuri

No sábado, também aconteceu a Parada Taiko, que reuniu vários grupos de taiko e arrastou uma multidão pelas ruas da Liberdade.

Parada Taiko

E taiko foi uma das coisas que não faltaram no Toyo Matsuri. Além da Parada, vários grupos passaram pelo palco do evento e simplesmente agitaram a galera. Destaque para o Kodaiko, de Embu das Artes, que fechou a programação do sábado com uma apresentação alegre e cheia de energia!

Kodaiko - um grupo de taiko fora do convencional

Mas o taiko não foi a única atração do Toyo Matsuri. Grupos tradicionais de dança, artes marciais e grandes cantores da comunidade nikkei, como Joe Hirata, Ricardo Nakase e Ryu Murakami (ou Ryu Jackson, como queiram) também se apresentaram e deram o ar da sua graça.

Awa Odori Represa

Shinsei ACAL Yosakoi Soran

Heroes Sanshin Band

Demonstração de Ninjutsu
Ricardo Nakase

Joe Hirata

Ryu Jackson

O Toyo Matsuri também deu espaço para a cultura pop: no domingo, foi realizado um desfile cosplay, e bandas de animesongs se alternaram no palco do evento.
Algumas das apresentações foram muito especiais: o cantor Diogo Miyahara, ex-vocalista da Animadness, realizou um show em comemoração aos 40 anos de exibição do tokusatsu (seriados de super-heróis japoneses) no Brasil, e a banda Elísios dividiu o palco com o cantor Ricardo Cruz, conhecido intérprete de versões em português de músicas de animes, como Dragon Ball.

O cosplayer Luiz "Robocop", caracterizado como
Lanterna Verde, falou em nome dos cosplayers

Uma das apresentações do desfile cosplay
(foto: Aldo Shiguti/Jornal Nippak)

Diogo Miyahara durante seu show
(foto: Aldo Shiguti/Jornal Nippak)

Ah, como este ano passou rápido, não? Mal dá pra acreditar que estamos no último mês...
O Toyo Matsuri é um dos últimos eventos do ano, e já nos faz refletir sobre o ano que passou - ainda mais agora, com a introdução do hikari: afinal, o que vocês preferem, fazer pedidos já para o ano que vem, ou agradecer pelas conquistas do ano que está acabando? É uma reflexão que vale...

E que venha 2018!

Agradecimentos: Rosa Matsushita (ACAL), Aldo Shiguti (Jornal Nippak)


Gostou desta postagem?
Você pode ajudar o Em Foco a se tornar ainda melhor: acesse https://apoia.se/danielramosemfoco e dê a sua contribuição!

Nenhum comentário:

Postar um comentário