terça-feira, 11 de julho de 2017

20º Festival do Japão: 20 anos celebrando a cultura japonesa

(fotos: Daniel Ramos)
 
Mesmo em meio à correria em razão da realização da exposição Densetsu na ALESP, não poderia deixar de conferir a edição deste ano do Festival do Japão (cujas datas coincidiram com o final da exposição).
Neste ano, o Festival, realizado nos últimos dias 07, 08 e 09/07 no complexo do São Paulo Expo, chegou à sua vigésima edição, confirmando a sua condição de maior evento de cultura japonesa fora do Japão. E como sempre, atraiu um grande público.


E toda esta longa história foi o tema desta edição do Festival. Em uma das exposições temáticas, foi apresentada uma linha do tempo do evento, desde sua primeira realização no Parque do Ibirapuera, em 1998, passando pelo estacionamento da Assembleia Legislativa (onde permaneceu até 2004) até sua chegada ao Centro de Exposições Imigrantes - agora São Paulo Expo - onde tem sido realizado até hoje.

Linha do tempo do Festival do Japão: os 20 anos de história do FJ
foram tema do evento deste ano

No sábado, a abertura oficial do evento contou com a presença de diversas autoridades nikkeis - e marcou a despedida do sr. Takahiro Nakamae como cônsul-geral do Japão em São Paulo (Nakamae embarcou de volta ao Japão no último dia 9).
Durante a cerimônia, o tradicional ritual do kagami-biraki - a quebra do barril de saquê, que segundo a tradição, marca o início de um ciclo.

Takahiro Nakamae (primeiro à esq) em seu último compromisso
como cônsul-geral do Japão em SP

Na área gastronômica - uma das principais atrações do Festival - um recorde: quase todas as associações de províncias japonesas (ou kenjinkais, como estas associações são chamadas) montaram stands dentro do evento - cada qual apresentando pratos típicos de cada província.
Nos dias de maior movimento (sábado e domingo), formaram-se filas em cada um dos stands.

Gastronomia das províncias: um dos pontos fortes do FJ

Houve filas nos stands, especialmente no final de semana

Além da gastronomia, atividades para as crianças e para a terceira idade também foram um atrativo do Festival. Workshops em várias áreas - caligrafia, sumi-e, mangá, cerimônia do chá, etc - deram ao público a oportunidade de entrar em contato com artes tradicionais.

Demonstração de cerimônia do chá
Atividades na área das crianças
 
Dois palcos foram montados dentro do evento, e em cada um deles, diversas atrações se revezaram, desde grupos de dança folclórica e taiko até academias de artes marciais e bandas.
Entre os destaques da programação, cantores como Joe Hirata, Ricardo Nakase e Mariko Nakahira; grupos de taiko como o Tenryuu Wadaiko e o Ryukyu Koku Matsuri Daiko; e ainda, atrações internacionais, como a dupla musical Delphina e o grupo de dança Triqstar, que vieram direto do Japão, e a nipo-americana Marina Kondo, que já foi cantora da Broadway.
Teve até uma banda de um país vizinho: a banda Arudo, que veio do Uruguai.

Apresentação de dança folclórica

Tenryuu Wadaiko

Joe Hirata

Ishin Yosakoi Soran

Ryukyu Koku Matsuri Daiko

E ainda, grupos de taiko se reuniram durante a Parada Taiko, que circulou pelo evento contagiando o público ao som dos tambores japoneses.

Parada Taiko

Como tem sido tendência desde 2010, o Festival do Japão recebeu na edição deste ano um grande número de cosplayers - pessoas que se produzem e se vestem como seus personagens favoritos de mangás, animes, HQs, filmes, etc.
No domingo, foi realizado o concurso Akiba Cosplay, comandado por Kendi Yamai.

Cosplayers marcaram presença no Festival

E o espaço da cultura pop dentro do Festival do Japão não se resumiu ao cosplay. Dentro do Akiba Space, os aficionados ainda tiveram a oportunidade de desfrutar de lançamentos recentes de videogames, mangás, entre outras coisas.

Akiba Space

Um dos pontos altos do Festival do Japão foi o Miss Nikkey Brasil, que elege todos os anos a mais bela representante da comunidade nikkei.
Este é o assunto da próxima postagem. Continuem ligados por aqui.




Gostou desta postagem?
Você pode ajudar o Em Foco a se tornar ainda melhor: acesse https://apoia.se/danielramosemfoco e dê a sua contribuição!

Nenhum comentário:

Postar um comentário