segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

As 100 fotos mais influentes da história, segundo a revista 'Time'

99 Cent, de Andreas Gursky: uma das 100 fotos mais influentes de todos
os tempos, segundo a revista
Time

A revista norte-americana Time, uma das publicações mais renomadas e tradicionais do mundo, publicou em seu portal uma seleção com aquelas que, segundo a revista, são consideradas as 100 fotografias mais influentes de todos os tempos.
Entre as fotografias selecionadas, estão desde registros impressionantes, como a morte de um soldado republicano registrada por Robert Capa, até a singela selfie da apresentadora Ellen DeGeneres com estrelas de Hollywood, durante a cerimônia de entrega do Oscar em 2014.


Em cada foto, há uma explicação breve sobre o contexto e a história de cada retratado ou situação. Há também alguns pequenos documentários e uma amostra do repertório de cada fotógrafo.

Algumas das indicações são bastante significativas - é o caso da vista da janela em Le Gras, na França, registrada por Joseph Niépce, considerada como a primeira fotografia da história.

Vista da janela em Le Gras, de Niépce

Há também fotos que se tornaram ícones de movimentos ideológicos e que foram reproduzidas diversas vezes ao longo do tempo, como o retrato de Ernesto 'Che' Guevara, um dos líderes da Revolução Cubana, morto em 1967 na Bolívia.
A foto foi feita por Alberto Korda em 1960, durante o funeral das vítimas da explosão de um navio no porto de Havana.
Guevara tornou-se uma espécie de "mártir da Revolução", e até hoje camisetas e peças artísticas têm este retrato estampado.

Retrato de Che Guevara, por Alberto Korda: uma das fotos mais
reproduzidas da história

Entre as fotos selecionadas pela Time, há muitos registros considerados históricos. E alguns deles impressionam.
Como, por exemplo, a foto de um homem encarando uma fileira de tanques na China, clicada pelo fotojornalista Jeff Widener, em 1989, durante a cobertura do massacre da Praça da Paz Celestial.
E ainda, a explosão do dirigível LZ-129 Hindenburg em 1937, na Alemanha, que matou 36 pessoas, registrada por Sam Shere - esta imagem, inclusive, tornou-se capa do álbum de estreia da banda britânica Led Zeppelin.
Um outro registro marcante é o drama da menina vietnamita Kim Phuc, que teve 30% do corpo queimado por um artefato de napalm, captado pelas lentes de Nick Ut em 1972 - esta foto mostrou ao mundo os horrores da Guerra do Vietnã.
E claro, há o registro de Robert Capa durante a Guerra Civil Espanhola - a primeira foto da história que mostra um soldado morto em combate.

A tragédia do Hindenburg, por Sam Shere

O horror da guerra do Vietnã, sob as lentes de Nick Ut

 Soldado Caído, de Robert Capa: uma foto icônica

Registros de personalidades também estão presentes na lista - além da selfie de Ellen DeGeneres no Oscar de 2014, há também imagens que deram o que falar.
Como a foto da atriz Demi Moore grávida e nua, feita em 1991 por Annie Leibovitz, e que ilustrou a capa de uma edição da revista Vanity Fair.

Demi Moore grávida, por Annie Leibovitz: capa da Vanity Fair
e polêmica na época

A selfie de Ellen DeGeneres, atribuída ao ator Bradley Cooper:
uma foto que deu o que falar

Por fim, há também imagens que revolucionaram a fotografia e entraram para a história - caso da gota de leite captada por Harold Edgerton em 1957 (a primeira foto de splash da história) e da famosa imagem intitulada 99 Cent, de 1999, de autoria do alemão Andreas Gursky (imagem de capa deste post), que se tornou uma das fotos mais caras da história - em 2006, foi arrematada por mais de US$ 2 milhões.

Milk Drop Coronet, de Harold Edgerton: uma fotografia
revolucionária em sua época

Não vou falar muito senão vou estragar as surpresas - além do quê, este post ficaria imenso!
Vocês podem conferir a lista completa no site: 100photos.time.com - vale a pena!

(Fonte: Revista Fotografe Melhor)

Nenhum comentário:

Postar um comentário