sexta-feira, 14 de outubro de 2016

K-Pop em Foco #33: B.A.P.

B.A.P: quebrando os padrões do K-Pop
(foto: Reprodução)

SEXTA-FEIRA!!!
De longe o melhor dia da semana... e não é só porque a semana acaba! Pelo menos aqui no Em Foco, porque, já sabem... aqui, sexta-feira é dia de K-Pop!
Semana passada tivemos aqui a rapaziada do VIXX... e hoje, mais um grupo formado por rapazes.
Esses aqui andaram passando uns pequenos perrengues nos últimos anos (ao longo do post eu explico), mas mesmo assim, fazem parte da lista dos grupos mais populares do K-Pop.
Hoje o assunto é B.A.P.!!!


O B.A.P. (sigla de Best Absolute Perfect) foi formado no final de 2011 pela TS Entertainment, e fez sua estreia em janeiro de 2012 com o lançamento do single "Warrior".
Desde sua formação, conta com seis integrantes: o líder Yongguk (Bang Yong-Guk), Himchan (Kim Hin-Chan), Daehyun (Jung Dae-Hyun), Youngjae (Yoo Young-Jae), Jongup (Moon Jong-Up) e Zelo (Choi Jun-Hong).
O grupo possui até um mascote - um coelho estilizado chamado de matoki - e cada um dos integrantes tem um matoki de uma determinada cor: vermelho para Yongguk, rosa para Himchan, cinza para Daehyun, amarelo para Youngjae, verde para Jongup e azul para Zelo.
Daria perfeitamente pra fazer um super sentai* com esses bichinhos... já imaginaram?!

*Nota do autor: "Super Sentai" - ou "super esquadrão" em japonês - refere-se a um gênero de tokusatsu (seriados japoneses de super-herói) onde os protagonistas são uma equipe de heróis, geralmente formada por cinco ou mais integrantes, que usa um uniforme padronizado, cada um de uma cor diferente - o vermelho geralmente é o líder do grupo, pelo fato desta ser uma das cores da bandeira japonesa.
Na década de 1990, os americanos usaram os super sentai como base (ou melhor, os chupinharam) para criar e produzir os Power Rangers. 

Matoki: os coelhinhos coloridos do B.A.P
(Imagem: Reprodução/KpopMart)

Voltemos à nossa programação normal. Logo no início da carreira, o B.A.P. apresentou um conceito diferente do que os boygroups coreanos usavam até então: um conceito mais agressivo, bem bad boy mesmo.
O single "Warrior" teve um bom retorno logo de cara: vendeu mais de 10 mil cópias dois dias depois de seu lançamento, e figurou no top 10 do ranking mundial da Billboard.

Imagem do MV de "Warrior"
(foto: Reprodução)

Em 2013, o B.A.P. alcançou o topo do ranking da Billboard com o EP One Shot. Nesse mesmo ano, o grupo aterrisou em solo japonês, assinando com a gravadora locak King Records (que já havia assinado com o cantor Rain) e lançando uma versão em língua japonesa do single "Warrior".

Imagem do mini-álbum One Shot
(foto: Reprodução)

No ano de 2014, o grupo lançou seu primeiro álbum de estúdio, First Sensibility, que foi um grande sucesso - ficou no topo das paradas na Coreia e em outros lugares do mundo, ficando, por exemplo, no top 100 do ranking do iTunes.
Nesse ano, veio também a primeira turnê mundial do grupo, a B.A.P. Live on Earth 2014 Continent Tour, que além de passar por países da Ásia, também passou pela Austrália, EUA e Europa.

Capa do álbum First Sensibility
(Imagem: Reprodução)

Mas nem tudo eram flores para nossos amigos e seus coelhos coloridos. A exaustiva rotina de trabalho, somada às péssimas condições e a uma distribuição duvidosa dos lucros por parte da TS Entertainment, acabaram fazendo com que, ao final de 2014, o B.A.P. entrasse com uma ação na justiça contra a agência.
No entanto, o imbroglio não durou muito tempo: em agosto de 2015, as duas partes chegaram a um acordo.
Com as relações restabelecidas, o grupo lançou o EP Matrix, que tem como faixa-título a animalesca "Young, Wild & Free".

Capa do mini-álbum Carnival, lançado este ano
(Imagem: Reprodução)
O B.A.P. lançou até agora dois álbuns de estúdio (First Sensibility, em coreano, e Best, Absolute, Perfect, em japonês) e nove EPs.
O lançamento mais recente dos rapazes é o mini-álbum Carnival, lançado em fevereiro deste ano - este álbum tem um conceito diferente dos anteriores, mais alegre e colorido; seu antecessor, Matrix, tinha um ar mais sombrio.

É... não é fácil ser um astro de K-Pop. E o B.A.P. é uma prova disso.
Na Coreia, as agências selecionam seus membros através de audições, realizadas periodicamente; quem é selecionado pode passar por anos de treinamento e de preparação até debutar como integrande de um grupo, ou mesmo como artista solo. Não é que nem aqui no Brasil, onde o jabá e o pistolão resolvem tudo... lá a coisa é séria!
Mas, como em todo lugar do mundo, há os pontos fora da curva... como aconteceu entre o B.A.P. e a TS.
Se bem que ações judiciais envolvendo artistas e produtoras não são nenhuma novidade na Coreia... Han Geng, ex-membro do Super Junior, e Tao, LuHan e Kris, do EXO, acionaram a SM Entertainment na justiça, e conseguiram romper seus contratos. Isto só pra mencionar alguns exemplos.
Enfim, isto é uma outra história... o fato é que o B.A.P. é um grupo de talento, que em pouco tempo de carreira, conseguiu alcançar um sucesso considerável. Mas também, os caras merecem...

O clip escolhido para este post é o da música "Feel So Good", do álbum Carnival.
É uma das músicas do grupo que eu mais gosto - tem um ritmo alegre e bem "pra cima", e o MV segue bem o conceito, sendo bastante alegre, colorido (eu diria até que é colorido demais pro meu gosto, mas enfim... mil vezes melhor que a bandinha de um certo "pelanca". Entendedores entenderão) e com alguns momentos engraçados.
Pois bem... fica aí pra vocês conferirem.



É só. Sexta-feira que vem tem mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário