sexta-feira, 23 de setembro de 2016

K-Pop em Foco #30: Jay Park

Jay Park: popular independente de polêmicas
(foto: Reprodução)

Enfim, o dia mais esperado da semana... SEXTA-FEIRA!!!
E não é só porque a semana acaba, não... aqui no Em Foco sexta é dia de K-Pop!
Dando continuidade à nossa série sobre artistas solo (semana passada tivemos aqui a maravilhosa Lee Hi), hoje teremos aqui um cara... polêmico. Mas que mesmo assim tem uma legião de fãs na Coreia e no resto do mundo.
Hoje, vamos falar de Jay Park!


Jay Park (ou Park Jae-Beom) nasceu em Edmonds, nos EUA, mas foi para a Coreia do Sul em meados dos anos 2000, como trainee da JYP Entertainment (a mesma agência de Wonder Girls, GOT7 e outros).
Sua primeira aparição pública foi no programa Hot Blooded Men, da Mnet, um reality que mostrava o treinamento de novos talentos.
Park debutou em 2008 como líder do boygroup 2PM (que mais adiante será tema deste quadro), mas, em cerca de um ano e meio, deixou o grupo em meio a uma série de polêmicas: em princípio, afastou-se por conta de declarações no MySpace (uma rede social popular da época) nas quais se demonstrava insatisfeito com a vida na Coreia; até que, em 2010, após confessar um "deslize pessoal" (mal-explicado até hoje), teve seu contrato rescindido pela JYP.

Jay Park (de colete preto) ao lado do 2PM, em 2009: saída controversa
(foto: Reprodução)

Durante o tempo em que esteve afastado do 2PM, Jay Park retornou aos EUA, onde manteve atividades junto com o grupo Art Of Movement, um grupo de street dance - inclusive, participando em 2010 de um evento beneficente, o Breakin' 4 Haiti, que teve sua renda destinada às vítimas do terremoto que devastou o Haiti naquele ano.
Ainda em 2010, Park lançou seu canal no YouTube e ganhou destaque com uma gravação da música "Nothin' On You", de B.o.B e Bruno Mars, que viralizou e alcançou mais de 1,5 milhão de visualizações em menos de 1 dia.
A música também estourou nas paradas de sucesso da Coreia, desbancando inclusive a recém-lançada "Run, Devil, Run" do Girls' Generation.

Em 2010, Jay Park assinou contrato com a gravadora SidusHQ, a qual promoveria suas atividades na Coreia.
Nesse meio tempo, veio também o filme Hype Nation, gravado nos EUA e na Coreia do Sul, onde Park, além de atuar, contribuiu com a trilha sonora.
E ainda, saiu o primeiro single solo, "Demon", e o mini-álbum Will You Believe Me, que ficou em primeiro lugar em várias paradas de sucesso da Coreia.

No ano seguinte (2011), saiu o primeiro mini-álbum coreano, Take a Deeper Look, que tem como faixa-título a canção "Abandoned". Em menos de duas semanas, o álbum vendeu mais de 71 mil cópias.
"Abandoned" ainda rendeu a Jay Park o primeiro prêmio do KBS Music Bank.

Imagem do mini-álbum Take a Deeper Look
(foto: Reprodução)

A partir daí, a carreira solo de Park deslanchou. Em 2012, foi lançado o primeiro álbum de estúdio, New Breed, que tem como faixa-título "Know Your Name".
Este álbum liderou por duas semanas o Gaon Chart e estreou na quarta posição no ranking da Billboard.

Capa do álbum New Breed
(Imagem: Reprodução)

Em 2013, Park foi contatado pessoalmente por Will Smith e Jaden Smith para participar da trilha sonora do filme Depois da Terra, estrelado pelos dois e dirigido por M.Night Shyamalan. O resultado foi a música "I Like 2 Party", composta pelo próprio Park e produzida por Cha Cha Malone, seu amigo e companheiro de Art Of Movement.
Nesse mesmo ano, Park foi convidado para participar da versão coreana do humorístico Saturday Night Live.
Não bastasse tudo isso, ele ainda fundou sua própria gravadora, a AOMG, especializada em hip-hop.

Imagem de "I Like 2 Party"
(foto: Reprodução)

Jay Park tem uma carreira bastante longa e complexa, que inclui ainda apresentações em shows ao lado de nomes como Justin Bieber e contribuições com diversos outros artistas - além de uma montanha de prêmios faturados ao longo dos anos.
Até agora, Park lançou três álbuns de estúdio, três mini-álbuns, 23 singles, entre outras coisas. E ainda vem mais por aí: no fim de agosto, foi lançado o clip para a música "Aquaman" (seria um tema para o personagem da Liga da Justiça?! *risos*)

Capa do álbum Evolution, lançado em 2014
(Imagem: Reprodução)

Olha... esse certamente foi o post mais difícil que eu escrevi para este quadro! Tem MUITA coisa por aí falando da carreira do Jay Park... e ao que tudo indica, o cara tem a popularidade lá em cima!
Não por acaso, ele menciona ter ótimas influências musicais - entre outros, o cara cita Michael Jackson e Usher (segundo o próprio Jay Park, são suas maiores influências), além de Chris Brown, Eminem, Ne-Yo, Justin Timberlake... ou seja, só nomes de peso do cenário pop, e também de hip-hop.
Suas experiências com street dance, como membro do Art Of Movement, também contribuem para sua formação musical. O resultado de tudo isto? Música de qualidade, claro.
Polêmicas à parte, temos que admitir: o cara é fera!

O cara é polêmico... mas sabe fazer música!
(foto: Billboard)

Para este post, vou trazer aqui um clip de uma música que eu gosto muito: "So Good", faixa-título do álbum Evolution, de 2014.
Aqui, percebe-se nitidamente uma pegada a la "Michael Jackson", tanto no timbre de voz e até nos passos de dança, mostrando a influência que Park recebeu do saudoso Rei do Pop.
É uma música bem "pra cima", com um ritmo muito gostoso de ouvir. E o clip também é bem bacana.




Faixa-bônus: "Aquaman"


Não é costume deste quadro colocar dois clipes no mesmo post. MAAAASSSS... como tem música fresquinha saindo do forno, não tem como deixar de fora.
Em "Aquaman", Jay Park mantém a sua pegada R&B, com uma melodia bem suave e um som agradável.
Quanto ao clip, bem... eu quero um carro-piscina daquele!!!




É só. Semana que vem tem mais!


Nenhum comentário:

Postar um comentário