sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Olimpíada em Foco: Coreia do Sul goleia fraca seleção de Fiji; Japão perde para a Nigéria

Sul-coreanos fizeram oito gols na partida contra Fiji
(foto: Reuters)

Se os brasileiros não balançaram as redes no primeiro dia do futebol masculino nas Olimpíadas, as seleções asiáticas, no entanto, foram responsáveis por uma verdadeira chuva de gols.
No complemento da rodada olímpica, ontem, a Coreia do Sul atropelou a frágil seleção das Ilhas Fiji, na Arena Fonte Nova, com uma sonora goleada de 8 a 0; já em Manaus, o Japão não teve a mesma sorte, e mesmo marcando quatro gols, os nipônicos foram derrotados pela Nigéria.


SOBROU!


Jogando na Arena Fonte Nova, em Salvador, a Coreia do Sul encarou a modesta equipe das Ilhas Fiji, que participa de uma competição internacional pela primeira vez em sua história.
Mesmo sem experiência nem tradição com a bola nos pés, os fijianos deram trabalho, especialmente no primeiro tempo, quando impôs uma marcação forte e chegou até a ameaçar a meta sul-coreana em lances de contra-ataque. Mas, aos 31 minutos do primeiro tempo, brilhou a estrela daquele que se tornaria o nome do jogo: Ryu Seung-Woo, que após receber um cruzamento, dominou e chutou no canto, abrindo o placar da Fonte Nova.

Poucos minutos depois, a Coreia perdeu um pênalti com Moon Chang-Jin, que chutou a bola na trave esquerda. Detalhe: o mesmo Moon Chang-Jin também desperdiçou um pênalti no amistoso contra a Suécia no Pacaembu, no último dia 29/07. Mas não veio a fazer falta.

No segundo tempo, os sul-coreanos começaram a se soltar mais, e exigiram boas defesas do goleiro fijiano Tamanisau.
Mas a resistência da equipe da Oceania começou a sucumbir aos 16 minutos - em três minutos, três gols: Kwon Chang-Hoon marcou dois, e Ryu Seung-Woo fez o segundo dele na partida.
Em nova cobrança de pênalti, Son Heung-Min não desperdiçou e marcou o quinto; Suk Hyun-Jun (com dois gols) e Ryu Seung-Woo (terceiro dele na partida - pode pedir a música!) deram números finais à vitória sul-coreana em Salvador.

Ryu Seung-Woo fez três gols contra a frágil seleção de Fiji
(foto: Reuters)


CANSADOS? QUEM?!

Em Manaus, na Arena da Amazônia, o Japão enfrentou a Nigéria, que por conta de problemas de organização, chegou ao Brasil sete horas antes da partida. Mas isso não impediu que os nigerianos enfrentassem o time do sol nascente de igual para igual.
E o jogo começou num ritmo frenético! O Japão criou a primeira oportunidade do jogo com Ohshima, aos 3 minutos, que parou no goleiro. Na sequência, aos 6 minutos, Sadiq Umar abriu o placar para os africanos, aproveitando rebote do goleiro japonês.
Dois minutos depois, Koroki empatou para o Japão em cobrança de pênalti. Um minuto depois, Etebo colocou a Nigéria novamente na frente. Na sequência, Minamino empatou novamente. Quatro gols em menos de dez minutos de jogo!
Depois dessa enxurrada de gols, o ritmo de jogo diminuiu até os 41 minutos, quando Etebo fez o terceiro da Nigéria, e abriu caminho para se tornar o nome do jogo.

Nigéria levou a melhor sobre o Japão, mesmo chegando horas
antes do jogo (foto: Reuters)

No segundo tempo, a estrela de Etebo brilhou de vez. Aos 5 minutos, de pênalti, ele fez o quarto da Nigéria e o terceiro dele no jogo (outro que pode pedir música!).
E aos 20 minutos, ele fez o quinto dos africanos (e o quarto dele!), aproveitando rebote do goleiro japonês após um cruzamento de Mikel.
O Japão ainda marcou com Asano, aos 24, e Suzuki, nos acréscimos - mas a reação parou por aí.

Etebo, meia da Nigéria: ele acabou com o jogo
(foto: Reuters)

A Coreia do Sul volta a campo neste domingo (07), às 16hs, novamente na Fonte Nova, quando pega uma parada duríssima pela frente: a toda-poderosa Alemanha.
O Japão tenta a recuperação contra a Colômbia, também no domingo, em Manaus, às 22hs.

(Fonte: globoesporte.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário