sexta-feira, 15 de abril de 2016

Momento K-Pop em Foco #15: AOA (Ace Of Angels)

AOA: uma estrada árdua até o sucesso
(foto: Reprodução/Internet)
 
Fala galera! Tudo bem?

Esta semana não andei postando tanto por aqui, como deu pra notar. Além de terminar de editar as fotos do Chocolate Festival, estive durante a semana na Feira Fotografar, uma importante feira de fotografia que aconteceu aqui em São Paulo - e logo mais farei um post falando a respeito.
Mas hoje é nada menos do que sexta-feira... dia de falar de K-Pop aqui no blog. E é claro que eu não ia fugir ao costume, né?
Semana passada o tema foi o sensacional Wonder Girls... e hoje, mais um girlgroup pede passagem por aqui. Essas meninas custaram um pouco a emplacar, mas atualmente estão arrebentando no cenário pop coreano. Estou falando de nada menos que AOA!!!


O AOA (abreviação de "Ace Of Angels") foi formado em 2012 pela FNC Entertainment, e fez seu debut em 30 de julho daquele ano, com o lançamento do single "Angels's Story".
Desde sua formação, o grupo conta com oito integrantes: a líder Jimin (Shin Ji-Min), Choa (Park Cho-Ah), Yuna (Seo Yu-Na), Hyejeong (Shin Hye-Jeong), Mina (Kwon Min-Ah), Seolhyun (Kim Seol-Hyun), Chanmi (Kim Chan-Mi) e Youkyung (Seo You-Kyung) - esta última é baterista e costuma aparecer com o grupo apenas quando as meninas se apresentam tocando instrumentos; dentro do conceito da banda, ela é apresentada como "metade anjo, metade humana", enquanto todas as outras são anjos - por estas razões, o AOA se autoproclama um grupo "7+1".


Imagem do álbum-single "Angels's Story"
(foto: Reprodução/Internet)

As meninas não convenceram o público logo de cara. "Angels's Story" ficou em 8º lugar no ranking de vendas físicas da Gaon, mas mesmo assim, não alcançou o sucesso esperado.
Em outubro de 2012, elas se apresentaram pela primeira vez com o AOA Black, sua sub-unidade de banda (que tem Youkyung em sua formação, junto com Jimin, Choa, Yuna e Mina), com a música "Get Out".

AOA Black: a "versão banda" do AOA
(foto: Reprodução/Internet)

No ano seguinte (2013), o AOA Black lançou o álbum-single MOYA. Além disso, a unidade principal lançou o álbum Red Motion.
Mas o grupo começou a estourar mesmo em 2014, quando reformulou seu conceito e lançou o single "Miniskirt", que ficou em primeiro lugar no programa SBS Inkigayo.
Alguns meses depois, lançou seu primeiro mini-álbum com a faixa-título "Short Hair", que liderou o M! Countdown, além de diversas outras paradas de sucesso da Coreia.
O segundo mini-álbum, Like a Cat, foi lançado em novembro daquele ano, e também fez muito sucesso.

Imagem do mini-álbum Miniskirt
(foto: Reprodução/Internet)

Em 2015, o AOA desembarcou no Japão, com a versão em japonês de Like a Cat, que ficou em sexto no ranking da Oricon e em primeiro no da Tower Records Shibuya.

Imagem do single "Like a Cat"
(foto: Reprodução/Internet)

Até agora, o grupo lançou três mini-álbuns, com versões em coreano, japonês e chinês - além dos singles e de um álbum de estúdio em japonês.
O lançamento mais recente das meninas foi uma nova sub-unidade, chamada de AOA Cream, que tem Hyejeong, Chanmi e Yuna - elas lançaram o single "I'm Jelly Baby" em fevereiro deste ano.

AOA Cream: a nova sub-unidade do AOA
(foto: Reprodução/Internet)

É... essas meninas ralaram pra conseguir chegar no topo, ao contrário de outros grupos que fizeram sucesso logo em seu ano de estreia. Prova de que não é fácil trilhar a estrada até o sucesso.
Mas este é um grupo que eu gosto bastante. Sem falar, claro, que todas são lindas... e tem a Jimin, que é a fofura em pessoa!

A lindíssima Jimin, líder do AOA
(foto: Reprodução/Internet)

O clip escolhido para este post é o da música "Like a Cat", de 2014. É uma das que eu mais gosto delas.
Sem falar que o clip é tudo de bom, com elas abusando do poder de sedução pra... roubar um diamante?! Enfim... vale a pena conferir.


Por ora é só. Semana que vem, teremos aqui um grupo que inclusive se apresentou recentemente no Brasil. Estou falando da rapaziada do NU'EST!
Continuem ligados por aqui... e deixem seus comentários!

(Fontes: Wikipedia, place-of-angels.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário