sexta-feira, 4 de março de 2016

Libertadores em Foco: Rodada 2 da Fase de Grupos

Guilherme garantiu a vitória do Corinthians sobre o Santa Fé
(foto: Reprodução/Twitter)


Três brasileiros entraram em campo nesta semana pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores - todos jogando em casa. Mas, apesar disso, nem todo mundo teve vida fácil.
Corinthians e Palmeiras arrancaram vitórias suadas sobre Santa Fé (COL) e Rosario Central (ARG), respectivamente; enquanto o Grêmio não tomou conhecimento da LDU de Quito (EQU), e aplicou logo uma goleada: 4 a 0 sobre os equatorianos.

Pois bem. Vamos conferir o que aconteceu de melhor nestas partidas?


A começar pelo Corinthians, que recebeu os colombianos do Independiente Santa Fé diante de uma Arena Corinthians lotada (cerca de 39 mil torcedores).
E, como se esperava, não foi um confronto dos mais fáceis: muita marcação por parte de ambas as equipes, e poucas oportunidades de gol, especialmente no primeiro tempo.
O gol da vitória corinthiana só saiu aos 19 minutos do segundo tempo: após receber passe de Fagner pela direita, Rodriguinho cruzou para Guilherme, livre dentro da pequena área, cabecear para as redes.
1 a 0 para o Timão. E ficou nisso.

Guilherme e Lucca comemoram o gol do Corinthians
(foto: Marcos Ribolli/globoesporte.com)

O Grêmio recebeu a LDU em Porto Alegre, e veio a campo com novidade: o meia-atacante equatoriano Miller Bolaños fez seu debut com a camisa do Tricolor Gaúcho, já começando como titular. E foi pé quente - o Imortal atropelou o time equatoriano dentro de sua Arena.
Aos 11 minutos do primeiro tempo, Maicon abriu o placar para o Grêmio, após receber passe de Luan e chutar de primeira.
O estreante da noite ampliou o placar aos 36 do primeiro tempo, também depois de receber assistência de Luan, pela direita.
Dois jogadores que saíram do banco de reservas completaram a festa gremista no segundo tempo: Henrique Almeida, aos 37 minutos, e Everton, aos 43.
Final das contas na capital gaúcha: 4 a 0 para o Grêmio, fora o baile.

Em sua estreia pelo Tricolor Gaúcho, Bolaños marcou um dos gols
da vitória sobre a LDU (foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Quem acabou sofrendo mais nesta rodada da Libertadores foi o Palmeiras. Diante de mais de 36 mil torcedores no Allianz Parque, e debaixo de uma forte chuva, o Verdão até fez um excelente primeiro tempo, impondo seu jogo diante dos argentinos do Rosario Central.
E abriu o placar aos 25 minutos com o argentino Jonathan Cristaldo, que se aproveitou de uma disputa de bola dentro da área do Rosario, e mandou para as redes.

Cristaldo abriu caminho para a vitória palmeirense sobre o Rosario Central
(foto: Marcos Ribolli/globoesporte.com

Mas no segundo tempo, o alviverde caiu de rendimento, e permitiu que o Rosario Central crescesse na partida.
O time argentino sufocou e criou várias oportunidades de empatar a partida - a maior delas, aos 14 minutos, quando Robinho derrubou Cervi dentro da área. Pênalti marcado pela arbitragem.
Mas na cobrança, brilhou a estrela de Fernando Prass, que espalmou para fora o chute de Marco Ruben.

Fernando Prass pegou pênalti, e saiu de campo como herói
(foto: Daniel Teixeira/Agência Estado)

O alívio para os palmeirenses veio só nos acréscimos: Allione recebeu de Rafael Marques dentro da área, driblou o goleiro e um marcador e mandou para as redes.
Placar final: 2 a 0 para o Palmeiras, na base do sufoco.

Outros Resultados


The Strongest (BOL) 2 x 1 Trujillanos (VEN) - Os bolivianos complicaram ainda mais a vida do São Paulo no Grupo 1; uma vitória são-paulina sobre o River na semana que vem tornou-se fundamental para as pretensões do time na competição

Nacional (URU) 0 x 0 River Plate (URU) - River uruguaio surpreendendo! Desta vez, segurou um empate sem gols contra o tradicional compatriota

Boca Juniors (ARG) 0 x 0 Racing (ARG) - Jogando em uma Bombonera vazia e com portões fechados (punição ao Boca pela confusão no jogo contra o River Plate no ano passado), o Boca não saiu do zero diante do Racing, em um jogo muito pegado

Bolívar (BOL) 5 x 0 Deportivo Cali (COL) - Na altitude de La Paz fica fácil, né, Bolívar?!

Atlético Nacional (COL) 3 x 0 Sporting Cristal (PER)

Peñarol (URU) 0 x 1 Huracán (ARG) - Vitória importante do Huracán fora de casa

Melgar (PER) 0 x 1 Ind. Del Valle (EQU) - Este jogo já vale pela terceira rodada do grupo 5, o grupo do Atlético-MG; os peruanos seguem na lanterna do grupo

San Lorenzo (ARG) 1 x 1 Toluca (MEX)

Olimpia (PAR) 0 x 2 Pumas (MEX)

Em uma Bombonera vazia, Boca e Racing ficaram no 0 a 0
(foto: Reprodução/Twitter - Conmebol)

Corinthians e Atlético-MG estão com 100% de aproveitamento na competição, e lideram seus grupos (Grupo 8 e Grupo 5, respectivamente) com 6 pontos cada um; o Palmeiras assumiu a liderança isolada do Grupo 2, com 4 pontos - 2 de vantagem sobre o River Plate uruguaio, que ocupa a segunda colocação; o Grêmio chegou ao segundo lugar do Grupo 6 com a goleada sobre a LDU, e está a apenas um ponto do Toluca (MEX), que é o líder; e o São Paulo ainda não pontuou no Grupo 1, e ocupa apenas a terceira colocação dentro do grupo.

A próxima rodada da Libertadores é já na semana que vem, com todos os brasileiros em campo: o Corinthians vai ao Paraguai enfrentar o Cerro Porteño, quarta-feira que vem (09/03), às 19:30hs (horário de Brasília); no mesmo dia, o Grêmio recebe o San Lorenzo (ARG) em Porto Alegre, às 21:45hs; também na quarta-feira, no mesmo horário, o Palmeiras enfrenta o Nacional (URU) no Allianz Parque.
Na quinta-feira (10/03), às 19:30hs, o São Paulo vai a Buenos Aires com a dura missão de vencer o River Plate (ARG); e o Atlético-MG também tem um desafio fora de casa, contra o Colo-Colo (CHI), às 21:45hs.

E é isso, galera. Enfim, consegui botar a Libertadores em dia e fazer um post decente!
E a próxima rodada promete ser bem movimentada... a conferir!

Fico por aqui. Semana que vem tem mais!

(Fonte: globoesporte.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário