segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Paulistão em Foco: Resumo da Rodada 7

Rodriguinho garantiu vitória do Timão nos acréscimos
(foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Mais uma rodada do Paulistão se encerra. E essa rodada não foi muito boa para os grandes... só o Corinthians venceu - e de forma apertada, com um gol no final do jogo.
São Paulo, Palmeiras e Santos foram derrotados. Destaque para o Verdão, que perdeu em casa para a Ferroviária, e também para o Santos, que perdeu a invencibilidade após seis partidas.

Vamos ver o que rolou de melhor (ou de pior) na sétima rodada do Paulistão?


A começar pelo São Paulo, que foi o primeiro a entrar em campo na rodada. O Tricolor foi ao estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, encarar a Ponte Preta no último sábado. E se deu mal.
Diante da Macaca, o Tricolor não fez uma boa atuação, demonstrando pouca criatividade do meio pra frente. E acabou sendo castigado.
Aos 42 minutos do primeiro tempo, após receber cruzamento de Jeferson, o ex-são-paulino Reinaldo bateu rasteiro e mandou para as redes: Ponte 1 a 0.
O São Paulo ainda tentou o empate no segundo tempo, com chances perdidas por Calleri e Lugano, mas ficou nisso.

PH Ganso durante o jogo contra a Ponte Preta; Tricolor caiu fora de casa
diante da Macaca (foto: Marcos Ribolli/globoesporte.com)

Jogando em casa, o Corinthians foi o único grande que se deu bem na rodada, ao receber o Oeste de Itápolis.
E o Timão pressionou o tempo inteiro, mas perdeu muitas chances de marcar.
O gol da vitória saiu somente aos 45 minutos do segundo tempo, quando Rodriguinho recebeu cruzamento de Uendel pela esquerda e bateu de primeira, sem chances de defesa.



Jogadores do Corinthians comemoram gol de Rodriguinho contra o Oeste
(foto: Reprodução/timaoweb.com.br)

O Palmeiras também jogou em casa, contra a Ferroviária. Mas não teve sorte.
Esbarrando na forte marcação do time de Araraquara, o Verdão não conseguiu se impor. E tomou o primeiro gol aos 40 minutos do primeiro tempo, em uma falta bem cobrada por Fernando Gabriel - a bola passou por cima da barreira, e morreu no canto esquerdo de Fernando Prass.

De falta, Fernando Gabriel abriu caminho para a vitória da Ferroviária
sobre o Palmeiras (foto: Marcos Ribolli/globoesporte.com)

O alviverde empatou aos 17 do segundo tempo com o argentino Cristaldo, que havia saído do banco de reservas. O argentino aproveitou uma bola não dominada por Rafael Marques após cobrança de lateral de Zé Roberto.

Mas, nos acréscimos, veio o castigo palmeirense. Após um tiro de meta, a bola passou por Zé Roberto, e Matheus Rossetto deixou Rafinha na cara do gol. O atacante da Ferroviária não perdeu a oportunidade.

Por fim, o Santos enfrentou o Red Bull Brasil em São José dos Campos, no estádio Martins Pereira. No começo, o jogo tinha até um certo clima de festa pela permanência do atacante Ricardo Oliveira, que não foi para a China e completou 100 jogos com a camisa do Peixe.
E até então, o Santos era um dos invictos do Paulistão, junto com o Corinthians e o São Bento de Sorocaba.
Mas o time da Vila desperdiçou muitas chances de gol, esbarrando na inspiração do goleiro Saulo, do Red Bull.
E aos 37 minutos do primeiro tempo, o mandante começou a "ganhar asas" (entendedores entenderão): após um passe errado de Serginho, Thiago Galhardo tabelou com Roger e tocou na saída de Vanderlei: Red Bull 1 a 0.

E não era mesmo o dia do Santos: Ricardo Oliveira sentiu dores no joelho, e saiu no intervalo para a entrada de Joel.
Mas o camaronês, ao contrário da rodada anterior, não conseguiu resolver a parada para o Peixe, e o Red Bull definiu o placar aos 42 minutos do segundo tempo: Maylson cruzou para dentro da área, Gustavo Henrique desviou mal e Roger complementou para o gol. É o fim da invencibilidade santista.

O Santos bem que tentou... mas não conseguiu superar o Red Bull em SJC
(foto: Marcos Bezerra/Estadão Conteúdo)

Outros Resultados da Rodada


Mogi Mirim 3 x 1 Linense

Água Santa 2 x 2 São Bento - o time de Diadema abriu 2 a 0, mas o São Bento foi buscar o empate e manteve a invencibilidade

Novorizontino 3 x 2 Audax

Rio Claro 0 x 0 Botafogo-SP

Ituano 2 x 1 Capivariano - o Ituano saiu atrás no placar, mas conseguiu a virada; houve confusão após o fim da partida entre jogadores do Capivariano e a Polícia Militar, no caminho para os vestiários

São Bernardo 1 x 2 XV de Piracicaba - de virada, o Nhô Quim bateu o Bernô e se recuperou da goleada sofrida em casa na última rodada, diante do Palmeiras

Em casa, o Ituano virou pra cima do Capivariano
(foto: Miguel Schincariol/Ituano FC)

O Corinthians segue tranquilo na liderança do grupo D, com 17 pontos; o Santos, mesmo com a derrota para o Red Bull, se manteve à frente do grupo A, com 12 pontos; o Palmeiras, com a derrota para a Ferroviária, ficou com 9 pontos e perdeu a primeira posição do grupo B para o Ituano, que agora tem 11; e o São Paulo também caiu para a segunda posição de seu grupo, o grupo C, e agora está três pontos atrás da Ferroviária - mas, com um jogo a menos, o Tricolor ainda pode igualar essa pontuação.

O Paulistão agora volta só no próximo final de semana - enquanto isso, Corinthians e Palmeiras concentrarão suas forças na Libertadores, no meio de semana.
O São Paulo ainda fará seu jogo adiado da terceira rodada nesta terça (01/03), quando recebe a equipe do Mogi Mirim no Pacaembu, às 20:30.

E tem clássico na próxima rodada! Santos e Corinthians se enfrentam na Vila Belmiro, às 16:00hs de domingo (06/03); no mesmo dia e horário, o Palmeiras recebe o Capivariano no Allianz Parque; e na véspera (05/03, sábado), o São Paulo recebe o São Bernardo no Pacaembu, às 16:00hs.

E é isso. No próximo post, um destaque todo especial para o clássico da Vila. E claro, tudo o que rolou na rodada.
Deixem seus comentários!

(Fonte: globoesporte.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário